The Magnetic Fields

Lista: cinco músicas delícia

tumblr_n31o7l3UCH1t7z5mbo1_1280

Feita a prévia do tema dessa lista, dado o recado (obrigado Fly Art pela graça alcançada!), venho aqui fazer uma breve introdução (como é do meu feitio) e discutir rapidamente um problema com vocês, um problema seríissimo.

ENEM 2015 acabou de dar as caras e muito se falou da prova de português. Ah, é muito texto, é pouco tempo, português é uma língua difícil. Sim, concordo. Português é uma língua complicada de aprender, cheia de regras e não poupa na quantidade de palavras – são inúmeras. Beleza. Mesmo assim, acho que ainda falta. Calma, eu explico: sabe quando tu ouve aquela música gostosa, envolvente, cheia de malemolência? Daí você vai indicar pros amigos e acontece tipo assim: Ei, tu tem que ouvir tal música! / Por quê? / Ela é massa, é muito… (…cadê o adjetivo certo? nenhuma palavra parece se adequar).

Pra resolver esse problema (e justificar as falhas do meu vernáculo), apresento a vocês: as músicas-delícia. Sim, no singular. E concordo, é jegue mesmo. Mas tamos aí pra isso, né? Pra que ser cool se a gente pode ser jegue? Músicas-delícia, esse gênero subestimado do cancioneiro popular, compreende aquelas canções cheias de molejo, borogodó, ousadia&alegria. É o tipo de música que pega você no ato e te deixa no chão, sem ar, sem palavras. On the first night. Já pensasse? Pois é. Vem, get down comigo:  (mais…)

Anúncios

Pra gostar de: The Magnetic Fields

imageedit_8_4512386102

Suas definições de indie foram atualizadas.

Em minha defesa, tenho a dizer que não escuto só coisa bizarra e desconhecida, eu juro! Pagar de cult não faz a minha linha, tanto que já publiquei aqui um post com as 5 músicas mais vergonha alheia que eu tô ouvindo no momento – sim, no momento, pois variam muito as músicas, mas a vergonha é a mesma. ;]

Pois bem, tava lendo o final de um livro muito fofinho chamado Extraordinário, de J. R. Palacio. E eis que a autora cita uma banda. Normalmente, quando isso acontece, eu sempre anoto no celular o nome da banda/música pra procurar depois, e acabo esquecendo. Mas, nesse dia, como o livro tava nas últimas páginas e o laptop do meu lado, digitei no youtube o título da música e apertei play.

O nome da banda era Magnetic Fields e a música se chamava The Luckiest Guy On The Lower East Side – uf! Não gostei na hora. Achei meio bizarra. Mas sabe a barrinha de vídeos relacionados? Fui clicando, clicando e quando dei por mim nem tentei fugir já tinha ouvido quase dois cds inteiros deles! E estava apaixonado. Perdidamente.

Uma das razões foi essa música aqui:

(mais…)